Cozinhar

Sushi de pão de forma

Os pais têm um papel fundamental no estabelecimento de hábitos alimentares mais saudáveis, tal como demonstra este estudo publicado em 2014. Concluíram ainda que, ao estarem envolvidas na preparação das suas refeições, as crianças melhoram o modo como se sentem em relação a si e às pessoas que as ajudam.

Aproveitando o facto de hoje se comemorar o Dia Internacional da Família, porque não juntar a família na cozinha e realizar em conjunto uma refeição? Sugerimos algo prático e sem grandes preparações para que seja mais fácil envolver os mais novos.

Esta receita de sushi de pão de forma é uma refeição simples e fácil de preparar. Pode alterar os ingredientes da forma que mais agradar a toda a família, não esquecendo, para isso, a importância de incluir vegetais e/ou frutos. Os mais novos podem, por exemplo, ajudar a espalmar o pão e a barrar o queijo creme.

De certeza que vai ser um momento muito divertido para todos.

Feliz dia da Família!


Ingredientes
:

®     6 fatias de pão de forma integral sem côdea

®     ½ manga

®     ½ pepino

®     50g salmão fumado

®     100g queijo creme

®     2 colheres de sopa de creme vegetal

®     Mistura de sementes de sésamo e papoila q.b.

 

Preparação:

1.    Comece por espalmar muito bem as fatias de pão de forma integral com a ajuda de um rolo da massa.

2.    Corte o pepino sem casca, a manga e o salmão em tiras finas.

3.    Barre cada fatia com o queijo creme e num dos lados colocar tiras de ingredientes. Enrole, apertando bem. 

4.    Corte as pontas, para acertar e depois cortar cada rolo em 4.

5.    Derreta o creme vegetal e pincele cada rolo com ela.

6.    Passe pela mistura das sementes e sirva.

É fácil e divertido

É verdade que, comparativamente com há poucas décadas atrás, a vida doméstica tornou-se nalguns aspetos bastante mais simples: temos mais eletrodomésticos que nos facilitam as tarefas, acesso fácil a uma grande diversidade de alimentos e uma série de soluções que a indústria alimentar coloca à nossa disposição (congelados, refeições pré-cozinhadas, etc.).
Mas curiosamente, é também verdade, que nos falta um bem precioso: tempo.
As famílias, em geral, têm pouquíssimo tempo diário para dedicarem às compras e à preparação de refeições. E, se é certo que temos hoje condições para cozinhar mais facilmente, é inegável que preparar uma refeição saudável dá algum trabalho e consome uma fatia preciosa do tempo que nos resta a seguir ao trabalho.
Mas comer mal — refeições desequilibradas, sem variedade, incompletas — não é solução: a longo prazo, este tipo de alimentação trará problemas de saúde a toda família. Basta ver como o número de obesos — adultos e crianças— está a aumentar. Por isso, o que fazer?
 
Organização, simplicidade e alguma estratégia (nutricional) são as palavras-chave para refeições familiares saborosas e saudáveis.
 
Prontos para começar?

Uma nota: é suposto todos ajudarem!

Nas compras, na arrumação da cozinha, na preparação dos alimentos, no “pôr e levantar a mesa”... Ser um consumidor atento e responsável começa no supermercado (ou até antes, quando fazemos a lista das compras) e só termina quando a cozinha está limpa e arrumada. Se deseja que os seus filhos sejam autónomos e aprendam a tratar bem de si próprios daqui a alguns anos, ensine-lhes a base: saber comprar, saber cozinhar, saber comer. Tão importante como saber ler, escrever e contar!